Omolù


Omolù, como é bom pronunciar o nome de um dos mais importantes Orixás, um dos mais respeitados dentro da cultura Yorùbá, este é o Senhor da Cura, chamado por alguns de Obàlààiyé (Rei Dono da Terra), outros afirmam que há diferenças entre estes nomes, que são divindades distintas, outros afirmam se tratar de uma única divindade. O que importa é que ambos representam a movimentação da terra, as constantes mudanças do planeta e as transformações. Muitos estudiosos afirmam que esta Divindade é originária da Nação Empê, sendo Rei dos Tapá/Nupè. Omolù nasceu com seu corpo coberto por chagas sendo então abandonado por sua mãe Nanã à beira da praia; Iemanjá o encontrou e o criou.  Ele é o senhor dos mistérios da morte, segundo algumas lendas venceu Ikù (a morte). Seus segredos estão guardados debaixo de sua palha-da-costa, ele é o detentor da encarnação, da reencarnação e a divindade que pode evitar a morte.

Dia de Culto no Brasil - Segunda-Feira
Cores - Preto, Branco e Vermelho 
Símbolos - Xaxará, lança de madeira, lagdibá
Saudação - Atótó - Silêncio!

Algumas características dos filhos deste Orixá:
São pessoas teimosas e em até certo ponto podem ser pessimistas. Gostam de tudo em ordem, organizados e que as coisas saiam da forma que planejam. Não gostam de levar desaforo para casa, são sofridos e tristonhos em dados momentos da vida.  Os filhos deste Orixá podem apresentar problemas nas pernas, dores de cabeça, doenças de pele, entre outras. São alegres, perseverantes, pacientes em alguns momentos e amorosos. São capazes de tirar de onde não tem para ajudar o próximo. São pessoas capazes de mudanças radicais para conquistarem o que desejam.

Samir Castro
Contato WhatsApp (21)98144-5906

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exú Asa Negra

Òsún Karè e Odè Karè - Oxum Karê e Odé Karê

Curiosidades Exú Veludo