Samir Castro/Contato


(21) 98148-3404 (Whatsapp)
akesan@live.com
Skype: esu.akesan
Twitter: @OrixasAmor_e_Fe

Olá, me chamo Samir Castro sou iniciado no Candomblé, também passei pela Umbanda ao qual sou extremamente apaixonado e por este motivo mantive vivo o Culto dentro de minha Casa as Entidades de Umbanda. Desenvolvo um trabalho que teve o seu início no YouTube no Canal Èsù Akèsan https://www.youtube.com/user/EsuAkesan  e hoje escrevo neste Blog onde coloco minhas visões e opiniões sobre a Umbanda e o Candomblé tendo o Apoio da Federação de Umbanda e Candomblé Luz e Verdade do Estado de São Paulo e do Brasil, federação ao qual sou Secretário Geral em São Paulo/SP.
Fui iniciado para o Orixá Èsù (Exú), quando me iniciei notei um certo preconceito e confusão sobre esta divindade dentro da nossa religião, foi onde decidi que tentaria de alguma forma explicar que este Orixá não usa capa, não usa cartola, não é diabólico e nem é sinônimo de brigas. Èsù é o Orixá da comunicação, é o Orixá da Vida, do equilíbrio, sem Èsù não se faz nada. 

"Existem diversas opiniões e definições sobre o Orixá Èsù (Exú). Diversas opiniões e visões se formaram com o passar dos anos sobre este Orixá. Infelizmente, confusões e conceitos um pouco inadequados tornaram-se verdade e são cultuados até os dias de hoje.
Dentro de uma linguagem simples sobre este Orixá, podemos dizer que Èsù (Exú) é confundido por alguns com as Entidades de Umbanda (Exús) ou Catiços, apenas pelo motivo de que este Orixá é o Senhor dos Caminhos, o primeiro a ser chamado antes de qualquer cerimônia.
Este Orixá é o mais humano de todos os Orixás. É o equilíbrio entre positivo e negativo. Sua semelhança com os seres humanos é maior do que a de qualquer outra divindade no Candomblé. Èsù, ao contrário do que lemos em alguns livros, é um ser brincalhão, mas ao mesmo tempo é dotado de grande responsabilidade. Ele é o senhor dos caminhos, é o auxiliar dos arà-àiyé (seres humanos), é ele quem nos ajuda a ter uma vida melhor, para que possamos alcançar nossos objetivos. É o responsável pela vigia dos Odú, que são os destinos que nos regem desde o nascimento, os caminhos que escolhemos seguir no Àiyé (Terra).
É o responsável por dar aquela apimentada no nosso dia-a-dia, as provações diárias, para ver se somos merecedores e capazes de concluir nossas missões. É Èsù quem responde ao jogo de Ifá e é de sua responsabilidade transmitir os pedidos feitos a todos os demais Orixás, motivo pelo qual, é o primeiro a ser agradado antes de qualquer cerimônia.
O dia destinado aos rituais de Èsù no Brasil é a primeira segunda-feira do mês. Em determinados lugares as suas festividades são realizadas nos meses de fevereiro e março, variando de casa para casa.
Os fios de contas deste Orixá são montados nas cores vermelha e preta, como também podem ser nas cores azul escuro com preto, ou também nas cores azul escuro com preto ou vermelho, só vermelho, preto, e a união de todas as cores existentes, simbolizando que Èsù pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo, que ele é o conhecedor do mundo e de sua criação, ele conhece a tudo e a todos.
Os locais onde podem ser colocadas as oferendas destinadas a este Orixá são: a encruzilhada de quatro pontos, caminhos de terra, alto de morro e tantos outros lugares determinados pelo próprio Orixá, como também  dentro da casa de santo, no local destinado a Èsù.
Devemos nos lembrar que Èsù é representado pelo elemento Inà (fogo), por este motivo é chamado de Bará Inà ou Inà (Exú do Fogo). Isso significa que ele representa a renovação, a purificação. Èsù significa lutar pela vida, pela felicidade, sem desistir de nada, mesmo que as dificuldades sejam enormes.
Èsù nos ensina que devemos continuar a lutar e a escolher o melhor caminho para termos uma boa estadia no Àiyé (Terra)."


"Èsù Akèsan – existem diversas definições sobre este nome. Uns consideram como aquele que se divide em nove, fazendo uma ligação com os 9 espaços no céu, mostrando que Èsù é o guardião dos mundos; outros dizem que é o Èsù do mercado, tendo como domínio o comércio, relacionado ao mercado de Oyo, que segundo alguns leva o nome de Akèsan. Outros estudiosos dizem que este nome significa “o senhor da missão” e pode ser chamado também de Èsù Akero possuindo o sentido de que Èsù tem a missão de supervisionar o mercado do rei. Em todas as definições dadas, podemos concluir que Èsù é o grande supervisor do universo, o grande vigia do mundo material e espiritual.

Laróyè Èsù – Salve Exú o Senhor de todos os cargos
A pàdé Olonà e mo juba Òjisè
Àwa se awo, àwa se awo, àwa se awo
Mo juba Òjisè

Vamos encontrar o Senhor dos Caminhos
Meus respeitos ao mensageiro
Vamos cultuar, vamos cultuar, vamos cultuar


Meus respeitos ao mensageiro."

Texto: Samir Castro
(21) 98148-3404 (Whatsapp)
akesan@live.com
Skype: esu.akesan
Twitter: @OrixasAmor_e_Fe


Postagens mais visitadas deste blog

Exú Cainana

Curiosidades - Exú Brasinha