Palavras de um Espírito Amigo

“Nada possui tantos detalhes como antes, nada é tão claro como era, algumas lembranças estão em minha mente, algumas palavras, alguns sorrisos e algumas lágrima. O cheirinho de café, o gosto do doce de abóbora, o som da risada de minha avó e a sensação da mão de minha mãe acariciando meu rosto fazem parte da lembrança de minha infância. Lembro-me de um homem alto que me pegava em seu colo, me abraçava, me jogava para o alto e me apanhava no ar, me passava tanta segurança, este era meu pai. O tempo passou, cresci rebelde questionando a todos, tudo que estava a minha volta desde o formigueiro e a formiga que carregava pequenas folhas para dentro do mesmo eu era capaz de questionar, me perguntava várias vezes qual o sentido de nossa existência. O tempo foi passando mais ainda a vida se tornando a cada dia que passava mais intensa, as responsabilidades se tornando cada vez maiores, eu olhava cada pessoa que fazia parte de minha vida e pensava será que estou correspondendo da mesma forma todo carinho que me foi dado? Nunca achava esta resposta, pois mesmo com tanto amor me sentia vazio, não conseguia me relacionar com nenhuma mulher, sempre queria uma companheira, constituir família, mas eu me achava muito complexo, tudo que eu falava, dizia, tudo que eu sentia parecia não ser compreendido. O tempo foi passando mais ainda e eu tão cercado de pessoas amáveis ao meu lado ainda me sentia sozinho, não tinha mais minha vó, não tinha mais aquele homem forte mas tinha uma mãe, um irmão, uma irmã que sempre que eu precisava estavam ali ao meu lado, mas mesmo assim me sentia sozinho. Sempre fui tímido, sempre tive dificuldade de me expressar seja na escola, no trabalho ou onde fosse. Solitário eu ali estava e me entreguei a minha solidão, sorrindo para os que me amavam mas chorando em silêncio em meus pensamentos e sentido um aperto em meu coração. A morte parecia a única solução, assim o fiz, assim deixei de existir fisicamente, agora só existia no que se referia ao espiritualmente, mas eu não aceitava nada disso, nada se encaixava na minha mente, me senti mais sozinho do que quando era vivo, percebi que eu era mais sorridente, que eu na verdade era contente, que eu não tive forças para seguir em frente, que deveria ter lutado, deveria ter buscado melhorar a mim mesmo e que todos que estavam ali comigo todos os dias só queriam o meu bem e percebiam que eu necessitava de seus auxílios. O tempo passou, eu a cada dia mais debilitado tentando contato com quem eu amava e não conseguia. Ninguém me ouvia ou me sentia até que um dia uma senhora se aproximou reconheci aquela risada que me lembrou do cheirinho do café, o gostinho do doce de abóbora e vi que eu não estava mais sozinho. Ela me levantou, me ajudou, me auxiliou e me recuperou. E hoje quero dizer a vocês que quando se sentir sozinho por mais que tudo pareça perdido olhe a sua volta Deus está contigo, Deus está comigo através dos que te amam, através dos bons espíritos, você precisa lutar por si mesmo, por quem vale a pena e perceber que tudo é possível, que nada é impossível e que tudo deve ser superado. “Se não, não teria motivo para estarmos aqui”
Espírito de Carlos Marques

Comentários

Postar um comentário

Comente nossas postagens! É importante para nossa Equipe!

Postagens mais visitadas deste blog

Exú Cainana

Curiosidades - Exú Brasinha