Òrìsà Òsún - Orixá Oxum - Parte 2



Senhora das águas doces dos rios, senhora das águas da vida, senhora da fertilidade, da continuidade familiar, senhora da gestação aquela a qual rogamos para termos filhos e uma boa gestação. Senhora das águas calmas, senhora observadora que como os rios pode tornar-se revoltas fazendo uma grande mudança, uma grande alteração caso seja necessário.
Senhora que nos ensina a não cairmos em armadilhas, pelo contrário, nos ensina a sermos serenos e as vezes sermos armadilhas para aqueles que nos querem prejudicar, assim como os rios calmos que sem ao menos percebermos se tornam revoltos e agitados.

"Ayaba gèdègè sé rè egé o sé rè egé,
Ayaba gèdègè sé rè egé o sé rè egé.
Rainha que separa a parte sólida da água (sedimenta)
Ela pode se transformar em uma armadilha
Ela pode se transformar em uma armadilha"

Senhora da inteligência, do raciocínio rápido, da esperteza, aquela que nos ensina a nunca desistirmos do que queremos, que nos mostra que com insistência e persistência podemos alcançar.
Senhora que nos ensina a mostrar para aqueles que não nos valorizam, os que nos subestimam que temos o nosso real valor.

"Ìyá monra, ìyá mò ya, ìyá monra ìyá mò ya,
Omi s’asé omi ní ibú ìyá monra ìyá mò ya.
Mãe da esperteza, da inteligência rápida, que sabe inundar, transbordar
Faz o Axé das águas profundas,
Mãe da esperteza, da inteligência rápida, que sabe inundar, transbordar"

Senhora de Ìjèsà (Ijexá), Ijebu e Osobó (Oxobô) onde corre o Rio Òsún, aquela que é rainho de Ìjèsà (Ijexá), aquele que é enaltecida por seu povo como diz em uma de suas cantigas:

"Ìjèsà mo rí bo òun, ó Ìjèsà
Mo rí bo òun ó
Eu vi os Ijexá fazendo culto para ela,
Eu vi os Ijexá fazendo culto para ela. "

Senhora que consagra as águas, senhora que nos purifica, que nos fortalece, que nos dá vida, que nos dá Axé:

"Léwà, léwà, léwà, Òsún a dé àwa omi sé orò,
Léwà, léwà, léwà, Òsún a dé àwa omi sé orò.

Ela é linda, linda, linda, Oxum que chegou até nós
Ela consagrou a nossa água, é linda, é linda
Linda Oxum chegou a nós e consagrou nossa água."

Senhora de extrema importância entre as mulheres, aquela que ensina a mulher a se mostrar, a dizer que é capaz, que pode, que consegue e que possui os mesmos conhecimentos que os homens.
Òsún chamada de Ìyálóòde (primeira-dama da sociedade), título que é dado para mulheres que ocupam cargos de extrema importância entre as mulheres.

"Ìyálóòde ìyálóòde ìyá ó, ìyálóòde ìyálóòde ìyá ó,
E ìyálóòde ìyá l’omi òrun ayè sé ó, ìyálóòde ìyá
Olóomi ayè ó yèyé ó.
Mãe, primeira-dama da sociedade, mãe, primeira-dama da sociedade, tu és a primeira-dama da sociedade. Mãe que em águas no céu que geram vida, Mãe e primeira-dama da sociedade. Ó Mãe Senhora das Águas que geram vidas."

Senhora do amor, da riqueza, da fecundidade, da benevolência, da sinceridade, da gestação e senhora do mistério.
Senhora que foi enviada por Deus para auxiliar na civilização da humanidade e orientar na evolução no início dos tempos. Aquela que nos ensina a manter a calma no meio da brutalidade, do desprezo e do julgamento.
 Senhora que Deus utilizou para ensinar aos homens que a mulher é única e tem toda a fertilidade, a capacidade de trazer a vida, assim como a abelha mestre que é a matriarcal de uma comunidade de abelhas, onde tudo gira em torno de sua existência, a realeza, a maternidade, a fertilidade, a continuidade e a vida. Assim oferecemos o mel um dos primeiros alimentos descobertos pela humanidade, onde o seu dourado também representa a riqueza, a família, todos os sentidos e importâncias que uma grande mãe possui (o amor, a doçura, a bondade que uma mãe possui).

"A rí dé ó omi ro a ará wa omi rò,
A rí dé ó omi ro a ará wa omi rò,
A rí be dé l’omi ó, omi ro a ará wa
Omi ró ó, a rí be dé l’omi ó,
Omi ro a ará wa omi rò.
Vimos o brilho de sua coroa, a água pingou em nós
Em nossos corpos a água sagrada
Vimos o brilho de sua coroa, a água pingou em nós, em nossos corpos
Vimos o brilho da sua coroa na água, a água sagrada pingou sobre nós
Em nossos corpos a água sagrada"

Texto: Samir Castro
Fonte de Pesquisa: Nkorin S'awon Òrisà (Cantando para os Orixás) por Altair T’ Ọ̀gùn

Òrìsà Òsún - Orixá Oxum - Parte 1
http://www.esuakesan.com.br/2012/02/orisa-osun-orixa-oxum_25.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exú Cainana

Curiosidades - Exú Brasinha