Pensando

Quando falamos de intolerância religiosa muitas vezes nos referimos a outras religiões que atacam de forma implacável, as religiões de Umbanda e Candomblé. Nos esquecemos que muitas vezes o preconceito pode estar partindo dentro de nossa própria religião. Umbandistas vs Candomblecistas, Candomblecistas vs Umbandistas  e Umbanditas vs Umbandistas. Muitas vezes esse preconceito ocorre pela questão de diferenças de opiniões ou formas diferentes de conduzir suas casas de santo. Direito a discordar todos nós temos, o direito de não aceitar também temos, o que não podemos aceitar e nem permitir são o uso de palavras ofensivas, ataques e imposições de pensamento.
Você impor ou exigir que o outro mude sua conduta por simplesmente você ser contrário ao que o outro prática não passa de uma mera intolerância. Acho que para lutarmos de fato pelo reconhecimento na sociedade, devemos primeiramente modificar os comportamentos que ocorrem entre nossos seguidores e adeptos.
Se não fizermos isso, jamais seremos reconhecidos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exú Cainana

Curiosidades - Exú Brasinha